Documentos do Congresso

Atas do 11o Congresso

CITG Regimento Interno Aprovado 11o. Congresso 2012

Credenciamento Delegados 11o. Congresso

Diretoria Gestão 2012 2014

Fotos do Congresso

XI Congresso Internacional da Tradição Gaúcha

Confederação Internacional da Tradição Gaúcha

 

Confederación Internacional de la Tradición Gaucha

 

XI Congresso Internacional da Tradição Gaúcha

Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, 01 de dezembro de 2012.

Conforme descreve a Carta Constitutiva aprovada pelo Plenário do 6º. Congresso Internacional da Tradição Gaúcha, realizado em Florianópolis, SC Brasil, no dia 04 de maio de 1991, – documento bilíngüe – Português e Espanhol, a CITG foi fundada em 21 de abril de 1984, no Parque Roosevelt, Canelones, Uruguai, por tradicionalistas gaúchos da Argentina, do Brasil e do Uruguai, é uma instituição internacional, de caráter tradicionalista-civico-cultural, com duração indeterminada, constituindo-a as instituições maiores destes países, sem fins políticos, nem religiosos.

Destacam-se como objetivos: a) Investigar, difundir e incentivar nos respectivos países os usos e costumes do tradicionalismo gaúcho, a aproximação e o intercambio cultural, respeitadas as peculiaridades regionais; b) manter a união dos Movimentos Tradicionalistas Gaúchos dos países membros; c) interceder perante os Organismos Internacionais em benefício dos direitos e interesses legítimos da cultura gaúcha.

A CITG constitui-se de órgãos diretivos, que são responsáveis pela condução da CITG:

a) O Congresso Internacional que se reunirá bianual e alternadamente em cada país, e se integrará por cinco delegados representantes dos mesmos, com direito a voto:

b) O Conselho Coordenador, eleito no Congresso Internacional, que regerá e representará a CITG, é constituído por nove Conselheiros, sendo três representantes de cada país, mais o Presidente. O mandato durará de Congresso a Congresso, e a Presidência será exercida por um representante do país anfitrião, do Congresso.

c) a sede da CITG será transitória e coincidirá com o país do Presidente do Conselho Coordenador.

 

Entidades Participantes:

BRASIL – Confederação Brasileira da Tradição Gaúcha – CBTG

ARGENTINA – Federacion de Centros Tradicionalistas de La Província de Buenos Aires

URUGUAI – Movimiento Tradicionalista Oriental – MTO

 

Desde 1985, foram realizados 10 congressos, sendo 04 no Brasil, 04 na Argentina e 02 no Uruguai. O ultimo Congresso foi realizado na Cidade de Moreno, Argentina em 2001.

Neste ano de 2012, por iniciativa do Presidente da CBTG, Senhor Manoelito Carlos Savaris, foram realizadas duas reuniões para tratar do restabelecimento das atividades da CITG, que tem como finalidade unir os gaúchos e fortalecer o culto a tradição gaúcha na América Latina.

 

No dia 09/03/2012, no Parque Lagoa das Lavadeiras, 26ª. Festa da Pátria Gaúcha, Tacuarimbó, Uruguai, e, dando continuidade às tratativas do encontro realizado no dia 08/02/2012, em Montevideo, reuniram-se os tradicionalistas gaúchos do Brasil, Uruguai e Argentina.

Estiveram presentes os senhores Hugo Pereira (Uruguai), Presidente da Festa da Pátria Gaúcha; Juan Carlos Balbi (Confederação Gaúcha Argentina); pela CBTG, Manoelito Carlos Savaris (Presidente), Dorvilio José Calderan (ex-presidente), Nei Zardo (membro fundador da CITG) e Loiva Calderan (Dir. de Relações Internacionais); e o Sr. Uruguaio Nieto (Uruguai), historiador; além, dos demais representantes das Sociedades Gaúchas do Uruguai. Todos reafirmaram a importância de restabelecer as atividades da CITG, para o fortalecimento da tradição gaúcha e, decidiram pela constituição da Comissão Provisória para dirigir a Entidade e a realização do Congresso, em outubro/2012, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

A Comissão foi assim constituída: Presidente: Dorvilio José Calderan (CBTG). Conselheiros: Uruguai: Manuel Rodriguez Marchieri (Sociedade Elias Regulles – Montevideo); Elvio Rivero (Soc. Criolla “El Ceibo”, Maldonado); Carlos Arezo Posado (Intendencia de Tacuarimbo). Argentina: Juan Carlos Balbi (Federação Entre Rios), Adolfo Caballero (CGA) Brasil (CBTG): Manoelito Savaris, Nei Zardo e Loiva Calderan.

 

O 11º. Congresso Internacional da Tradição Gaúcha realizado no dia 01 de dezembro de 2012, na sede do Movimento Tradicionalista Gaúcho do Rio Grande do Sul, situado a Rua Guilherme Schell, 60 na cidade de Porto Alegre, Estado do Rio Grande do Sul, Brasil, contando com a presença do presidente da CITG Dorvilio José Calderan.

O congresso contou com participação das delegações do Uruguai e Argentina, além dos tradicionalistas brasileiros que estiveram presentes, sendo nomeados para o Congresso os seguintes Delegados:

- Argentina: Juan Carlos Balbi, Oscar Rubio, Enrique Fernandez, Eduardo Peres Torres;

- Brasil: Nelio Spolti,  Erival Bertolini, Manoelito Carlos Savaris, Antonio Sbano, e Nei Zardo;

- Uruguai: Andres Antonio Ellhordoy Cabrera, Manuel Bercianos Hesseger, Carlos Arezo Posada.

O Congresso foi dirigido pelo Presidente da CBTG, Manoelito Carlos Savaris, tendo como 1º. Vice Presidente Adolfo Caballero (Argentina), 2º. Vice Presidente Carlos Arezo Posada (Uruguai), Secretária Geral: Loiva Lopes Calderan, Relator Geral: Nei Zardo.

Na oportunidade o Senhor Erival Bertolini, como anfitrião, fez sua saudação, falando de sua participação nas atividades gaúchas no Uruguai e também sobre a importância da tradição gaúcha para todos nós, reforçado valores e dizendo que as regras não devem servir de entrave para o desenvolvimento da nossa cultura.

O Presidente CGA, Senhor Adolfo Caballero ressaltou os quatro pilares da tradição gaúcha e sua importância para nós tradicionalistas: 1- Livro Facundo de Sarmiento; 2 – Martin Fierro; 3 – Don Segundo Sombra de Ricardo Guiraldes; 4 – Os Guachos. Ressaltando ainda, que devemos manter viva a nossa tradição, que apesar do progresso, temos muito orgulho. Destacou também o importante papel da mulher que permite que tudo seja perfeito. Finalizando fez a saudação: Pela Pátria Gaúcha da América do Sul – ”Salve”.

O Senhor Carlos Arezo Posado do Uruguai, saudando a todos e disse que as cavalgadas de hoje contam com a participação de mais de 10% de crianças. Falou sobre Elias Regules, fundador da Sociedade Criola, que como, Reitor da universidade, decano, médico, tradicionalista e poeta, sempre com muito orgulho defendeu a Tradição Gaúcha. Comunicou que o Senhor Manolo Rodrigues, por estar enfermo não pode estar presente neste Congresso. Falou também, dos momentos difíceis que esta vivendo a tradição no Uruguai.

Destacou os Rodeios, Festas Gauchas, notadamente a de Paysandu, Salto e Tacuarembo, esta última, realizada na beira da lagoa, apresentando diversão, gastronomia, indumentária, atividades esportivas, tendo mais de 25 sociedades participantes. Assim como a CITG também o MTO está se reestruturando e buscando o fortalecimento.

O Senhor Manoelito Savaris cumprimentou a todos e agradeceu a confiança e disse estar honrado com a escolha de seu nome para dirigir este Congresso. Este dia certamente será histórico e será marcado na história do tradicionalismo gaúcho disse. Reafirmou o que disse Caballero, que a integração não acontecerá pelo mercado, e, sim pela cultura, sendo a figura do gaúcho, mistificada, histórica é a que vai unir a todos, fortalecidos pelos quatro pilares como citado por Caballero.

Na ocasião solicitou a Fundação Cultural Gaúcha – FCG, a doação as delegações do Uruguai e Argentina de um exemplar do livro “O guacho” de Barbosa Lessa, destacando a presença da esposa do autor da obra, senhora Nilza Lessa.

Lembrou ainda, a necessidade de buscar outras obras e também, que pelos fatos históricos que aconteceram em Assuncion, deveriam buscar a integração do Paraguai ao nosso movimento gaúcho. Ressaltou também a figura da mulher, dizendo que não há forma de se conduzir se organizar melhor uma sociedade sem a presença da família, pois não se faz tradição, sem transmissão de valores, costumes, hábitos e crenças fora da família, pois é o Pai passando para o filho como se dança, como se encilha. Lembrou também que foi o jovem que garantiu o crescimento do tradicionalismo no Brasil.

Destacou a necessidade de trabalharmos para não acontecer como nestes últimos onze anos, e, para recuperar este tempo e para isto  dependemos imensamente de todos.

A seguir, em um momento histórico, foi apresentado pelo Senhor Nei Zardo, um CD – Proclama de 1984 – áudio da Fundação da CITG, da reunião realizada no Parque Rosevelt no Uruguai.

Para homenagear os tradicionalistas do Uruguai e Argentina, o Senhor Pedro Diaz, tocou a música o Esquilador.

 

Proposições apresentadas:

Proposição no. 01 – Revisão e aprovação do Regulamento Interno da CITG, apresentada por Dorvilio José Calderan, Presidente da CITG – Gestão março a dezembro de 2012. JUSTIFICATIVA: Tendo em vista que o Regulamento que foi proposto pelo Conselho Coordenador em abril de 1994, não foi aprovado em Congresso e, considerando o tempo decorrido, propôs a aprovação da proposta que foi revisada e atualizada. Registra-se que a revisão do Regulamento contou com a colaboração do Consul Honorário do Rio Grande do Sul, detentor da Medalha do Mérito Sul-riograndense e ex- assessor jurídico da CBTG, Dr. Antonio Sbano, e, do Conselheiro da CITG Nei Zardo.

A aprovação do Regulamento Interno trouxe em seu contexto, entre outros itens a necessária aprovação da bandeira e logomarca da CITG, pois apesar de 28 anos, a CITG ainda não tinha uma bandeira, logomarca e Regulamento Interno aprovados.

O projeto da bandeira, que contou com a colaboração do Tradicionalista Mauro Magno Machado, sofreu algumas alterações, ficando assim definido, conforme consta no Regulamento:

“Art. 18. O logotipo e dísticos da CITG são considerados oficiais

§ 1º. A Bandeira da CITG é constituída de forma retangular, na cor branca, simbolizando a paz e união entre os países. Tem em sua parte central um laço, com a sigla CITG, a data de sua fundação: 21-04-1984 e a figura do cavalo crioulo. O laço símbolo da tradição campeira representa a união dos gaúchos espalhados nos quatro costados do universo. O cavalo símbolo do gaúcho.

§ 2º. A Logomarca da CITG, será representada pela imagem  da parte central da bandeira.”

 

Proposição no. 02 – Acendimento da Chama Crioula 2015. PROPOSIÇÂO: Acendimento da Chama Crioula 2015 em Colônia do Sacramento, atual Cidade Colônia no Uruguai. Proposição apresentada por Manoelito Carlos Savaris, Presidente da CBTG – Gestão 2011/2013.

JUSTIFICATIVA: Movimento Tradicionalista Gaúcho do Rio Grande do Sul, Brasil, realiza anualmente a sua festa máxima da Tradição Gaúcha conhecida como Semana Farroupilha. Para dar inicio as comemorações da Semana Farroupilha, é realizada a Solenidade do Acendimento da Chama Crioula. A cada ano escolhe-se uma cidade ou uma região para esta festividade. Considerando a importância da cidade de Colônia, para a história e as tradições gaúchas e as comemorações programadas para o local, propomos a integração da CITG na busca da concretização desta proposição, e união de esforços dos países membros para efetivar a realização e participação de seus tradicionalistas neste importante evento.

Após explanação sobre fatos históricos e sobre a importância do Acendimento da Chama Crioula, apresentou a proposta de se realizar em 2015 o Acendimento da Chama em Colônia, onde reconhecemos a importância da história de quase 100 anos de luta pela ocupação do território, significado este que o Rio grande do Sul busca resgatar e homenagear e convidou os tradicionalistas do Uruguai e Argentina para se unirem no ato de acendimento da Chama Crioula.

Falou-se sobre a integração do Uruguai e do Chuí que é muito boa e mantém o respeito pela Chama e sua simbologia igual ao Rio Grande do Sul e houve o Relato do integrante da Argentina da ”marcha” de cavalarianos. Propôs fazer durante acendimento da Chama Crioula em Colônia um acampamento, e, uma Assembleia da CITG.

Foi aprovado por unanimidade o apoio da CITG para o ato de acendimento da Chama Crioula em Colônia e após discussão foram declarados eventos de interesse do tradicionalismo com o apoio da CITG e do 11º. Congresso Internacional da Tradição Gaúcha:

1 – Marcha do Bicentenário da Batalha de Salta de 13 a 20-02-2013. Margem do Rio Juramento até a cidade de Salta, com percurso de 130 km.

2 – Marcha de Colônia ao Chuí – Acendimento da Chama Criola da Colonia do Sacramento em julho de 2015.

3- Marcha do Encontro com o Patriarca Artigas no Bicentenário da Purificação, setembro de 2015, congregando os 17 departamentos do Uruguai. Acampamento Artigas.

Foi aprovada também a Proposição apresentada por representantes do Uruguai, sobre a criação de uma Rede de Comunicação, com o objetivo do desenvolvimento da informação e o conhecimento e, assegurar a todos o acesso a informação; oferecendo serviços de incentivo a pesquisa dos princípios bases e da história do tradicionalismo e suas expressões.  Devido a sua importância o assunto será tratado junto com a criação do site da CITG, abrangendo as três confederações, conforme proposta apresentada pelo senhor Dorvilio Jose Calderan.

Também no contexto do Regulamento Interno da CITG ficou assegurada a filiação de outras entidades, quando um país ou região contar com pelo menos cinco entidades tradicionalistas filiadas a uma Federação.

Destaca-se também a criação do Conselho Consultivo formado pelos ex-presidentes da CITG, que tenham cumprido o mandato integralmente e, que estejam atuantes em defesa da tradição gaúcha.

No Congresso foi eleita a Diretoria da CITG – Gestão 2012/2014, assim constituída:

Presidente: Dorvilio José Calderan

Vice Presidentes:

Brasil: CBTG – Manoelito Carlos Savaris

Argentina: CGA – Adolfo Caballero

Uruguai: Carlos Arezo Posada

Conselheiros do Uruguai

Manuel Berrianos – Paysandu

Andres Elhordoy – Salto

Manuel Rodrigues – Montevideo

Conselheiros do Brasil

Nei  Zardo – Bento Gonçalves – RS

Paulo Souza – Porto Alegre,RS

Antonio Sbano – (suplente) – Curitiba, PR

Conselheiros da Argentina

Juan Carlos Balbi –Ramirez – Entre Rios

Oscar Rios – San Juan – SJ

Eduardo Peres Torres – Salta.

 

O Congresso foi transmitido ao vivo pela TV Tradição, que está levando a tradição gaúcha para o mundo inteiro e contou com um link para o site da Confederação Gaúcha Argentina (www.confederaciongauchaargentina.com.ar .

Brasília, 07 de dezembro de 2012.

Loiva Lopes Calderan

Secretária do 11º. Congresso da CITG

 

Ata 09 mar 2012

CONFEDERAÇÃO INTERNACIONAL DA TRADICAO GAUCHA – CITG

ATA REUNIAO 09 DE MARÇO DE 2012 – Tacuarimbo, Uruguai

Aos nove dias do mês de março do ano de dois mil e doze no Parque Lagoa das Lavadeiras, 26ª. Festa da Patria Gaucha, Tacuarimbo, Uruguai, a convite do Presidente da Confederação Brasileira da Tradição Gaúcha –CBTG, Sr Manoelito Carlos Savaris, reuniram tradicionalistas gaúchos do Brasil, Uurugai e Argentina, para tratar do restabelecimento das atividades da CITG- Confederação Internacional da Tradição Gaúcha, que se encontra inativa desde 2004, tendo o encontro como a finalidade  unir os gaúchos e fortalecer o culto a tradição gaucha na América Latina.  O  Senhor Arquiteto Hugo Pereira (Uruguai), Presidente da Festa da Patria Gaucha, deu as boas vindas a todos os presentes e desejou sucessos ao encontro. A seguir o senhor Nei Zardo, (CBTG-Brasil), falou sobre os objetivos da reunião, fazendo um breve histórico sobre a CITG e um relato sobre as atividades da CBTG considerando sua estrutura organizacional. Ressaltou seu orgulho de ter como companheiros o atual Presidente da CBTG, Manoelito Savaris e o ex-Presidente da entidade, Dorvilio Jose Calderan, pessoas de conhecimento, dinamismo e competência. Na condição de fundador da CITG apresentou a proposta para formação de uma Comissão Provisória, composta de um Presidente e três representantes de cada um dos países membros, apresentando o nome do Sr Dorvilio Jose Calderan, como Presidente da citada Comissão e a realização do Congresso da CITG, quando deverá ser eleita a nova Diretoria da CITG para os próximos dois anos (2012/2014). O Senhor Uruguaio Nieto (Uruguai), usando da palavra colocou-se a disposição para colaborar, dispensando qualquer cargo na administração da CITG e pediu licença para retirar-se para poder atender a outros compromissos com as atividades da Festa. O representante da Confederação Gaucha Argentina, Senhor Juan Carlos Balbi, falou sobre a tradição gaucha na Argentina e o Sr. Manoelito Carlos Savaris, sobre a Confederação Brasileira da Tradição Gaucha – CBTG (Brasil). Foi ressaltado pelos presentes que o Brasil, atraves CBTG e a Argentina com a CGA, tem organização e estrutura que congrega todas as entidades tradicionalistas de forma atuante, organizada e estruturada. Entretanto, foi amplamente discutida a situação da organização da tradição gaucha no Uruguai, tendo em vista a inoperância do MTO- Movimento Tradicionalista Oriental e que a Festa Gaucha é uma festa e não uma entidade. Ficando consenso entre os representantes do Uruguai a necessidade de reorganização e reestruturação do MTO devendo ser marcada para breve uma reunião dos representantes das entidades tradicionalistas para tratar do assunto. Concluindo, foi aprovada por unanimidade a formação  a Comissão Provisoria que dirigirá a CITG até o próximo Congresso que será convocado para ser realizado no dia 13 de outubro de 2012, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul – Brasil, na sede do MTG-RS.  A Comissão ficou assim constituída: Presidente: DORVILIO JOSE CALDERAN (CBTG- Brasil). Conselheiros do Uruguai: Manuel Rodriguez Marchieri (Sociedade Elias Regulles- Montevideo); Elvio Rivero (Sociedade Criolla “El Ceibo”, Maldonado); Carlos Arezo Posado (Intendencia de Tacuarimbo, Departamento de Cultura). Conselheiros da Argentina: Juan Carlos Balbi (Federação Entre Rios), Adolfo Caballero (Confederação Gaucha Argentina – Presidente) e outro Conselheiro que será indicado posteriormente. Conselheiros do Brasil: Manoelito Carlos Savaris (Presidente da CBTG), Nei Zardo e Loiva Lopes Calderan (CBTG). Nada mais havendo a tratar eu LOIVA LOPES CALDERAN, secretária ad hoc, lavrei a presente ata que vai por mim assinada e pelos demais representantes do Brasil, Uruguai e Argentina. Tacuarimbo, Uruguai, 09 de março de 2012.

 

 

 

Ata 09 mar 2012

CONFEDERACIÓN  INTERNACIONAL DE LA TRADICIÓN GAUCHA – CITG

ACTA DE LA REUNIÓN DE 09 DE MARÇO DE 2012 – Tacuarembó, Uruguay

A los nueve dias de marzo del año  dos mil  doce, en el Parque de La Laguna de las Lavanderas, 26ª. Fiesta de La Patria Gaucha, Tacuarembó, Uruguay, por invitación del  Presidente de La Confederación Brasileña de La Tradición Gaucha  – CBTG, Sr Manoelito Carlos Savaris, se reunieron tradicionalistas gauchos de Brasil, Urugay y Argentina, para tratar el restablicimiento de las actividades de la CITG- Confederación Internacional de la Tradición Gaucha, que se encuentra sin actividad desde el año 2004, teniendo el encuentro como  finalidad  unir a los gauchos y fortalecer el culto a la tradición gaucha en América Latina.  El  Señor Arquitecto Hugo Pereda (Uruguay), Presidente de la Fiesta de la Patria Gaucha, dio la bienvenida a todos los presentes y deseó éxitos al encuentro.   A continuación el señor Nei Zardo, (CBTG-Brasil), aclaró sobre los objetivos de la reunión, haciendo una breve relación histórica sobre la CITG y un relato sobre las actividades de la CBTG considerando su estructura organizacional. Resaltó su orgullo por tener como compañeros al actual Presidente de la CBTG, Manoelito Savaris y al ex-Presidente de la entidad, Dorvilio Jose Calderan, personas de conocimiento, dinamismo y competencia.  En la condición  de fundador de la CITG presentó la propuesta para la formación de una Comisión Provisoria, compuesta de un Presidente y tres representantes de cada uno de los países miembros, presentando el nombre del Sr Dorvilio Jose Calderan, como Presidente de la citada Comisión y la realización de un Congreso de la CITG, cuando deberá ser electa la nueva Directiva de la CITG para los próximos dos años (2012/2014). El Señor Uruguay Nieto, (Uruguay), se puso a disposición para colaborar, ofreciendo su cargo en la administración de la CITG y comunicó su retiro para poder atender los otros compromisos como jurado en las actividades de la Fiesta. El representante de la Confederación Gaucha Argentina, Señor Juan Carlos Balbi, se referió sobre la tradición gaucha en Argentina y el Sr. Manoelito Carlos Savaris, sobre la Confederación Brasileña de la Tradición Gaucha – CBTG (Brasil). Fué resaltando para los presentes que el Brasil, a través de la CBTG y  Argentina con la CGA, tienen organización y estructura que congrega todas las entidades tradicionalistas de forma actuante, organizada y estructurada. Mientras, fué ampliaminte discutida la situación de la organización de la tradición gaucha en Uruguay, teniendo presente la inoperancia del MTO- Movimiento Tradicionalista Oriental y que la Fiesta de la Patria Gaucha es una fiesta y no una entidad. Fué el consenso entre los representantes del Uruguay, la necesidad de reorganización y de reestructura del MTO, para convocar  reuniones previas de los representantes de las entidades tradicionalistas a fin de tratar el tema.  Se acordó aprobar, por unanimidad, la formación de la Comisión Provisoria que dirigirá la CITG hasta el próximo congreso que será convocado para el dia 13 de octubre del 2012, en Porto Alegre, Rio Grande del Sur – Brasil, en la sede del MTG-RS.  La Comisión quedó  constituída da la seguiente forma: Presidente: DORVILIO JOSE CALDERAN (CBTG-Brasil). Consejeros de Uruguay: Manuel Rodriguez Marghieri (Sociedad Elias Regulles – Montevideo ); Elbio Rivero (Sociedad Criolla “El Ceibo” , Maldonado); Carlos Arezo Posada ( Intendencia de Tacuarembó, Dirección General de Cultura). Consejeros de Argentina: Juan Carlos Balbi (Federación Gaucha de Entre Rios), Adolfo Caballero (Confederación Gaucha Argentina – Presidente) y otro Consejero que será indicado oportunamente. Consejeros de Brasil: Manoelito Carlos Savaris (Presidente de la CBTG),  Nei Zardo y Loiva Lopes Calderan (CBTG). No habiendo otro tema para tratar yo, LOIVA LOPES CALDERAN, secretaria ad hoc, redacté la presente acta que firmo acompañada por los demás representantes de Brasil, Uruguay y Argentina. Tacuarembó, Uruguay, 09 de marzo de 2012.

 

 

 

Programação do Congresso

__CONFEDERAÇÃO INTERNACIONAL DA TRADIÇÃO GAÚCHA – CITG_

11º.  Congresso Internacional da Tradição Gaúcha

Data: 01 de dezembro de 2012

Local: MTG – Movimento Tradicionalista Gaúcho do Rio Grande do Sul

Av. Guilherme Schel, 60 – Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil

I – Considerações:

-  O 10º. Congresso Internacional da Tradição Gaúcha, realizado na cidade de Moreno, Província de Buenos Aires na Argentina, nos dias 14, 15 e 16 de dezembro 2001, parece ter sido o último evento oficial da CITG;

- Apesar dos esforços realizados nos anos seguintes não foi realizada nenhuma reunião oficial;

- Neste ano de 2012, com as reuniões em Montevidéu e Tacuarembó, no Uruguai, vêm se envidando esforços para a retomada oficial das atividades da CITG;

-  Até a presente data não se conseguiu resgatar parte importante da documentação da CITG; e

- Dada a importância da CITG, como órgão máximo da Tradição Gaúcha, para a preservação da cultura e integração do Movimento Tradicionalista a nível mundial.

2 – Objetivos:

-  Realização do 11º. Congresso  no dia 01 de dezembro de 2012, em Porto Alegre;

- Considerar o Congresso, como  uma reunião de trabalho para buscar a unicidade de idéias de como retomar as atividades da CITG;

- Avaliar a situação atual e traçar metas para o próximo biênio 2012/ 2014;

- Convidar  pessoas interessadas em compor o Conselho Coordenador e que se disponha a trabalhar no desenvolvimento das metas a serem traçadas nesse Congresso;

- Revisar e aprovar o Regimento Interno da CITG, aprovado na reunião do Conselho Diretor realizada em Bagé, Rio Grande do Sul, Brasil, nos dias 02 a 04 de abril de 1992.

3 – Pauta para o 11º. Congresso da CITG:

1 – Situação atual do Movimento Tradicionalista no Brasil, Uruguai e Argentina

- Presente e futuro do Movimento Tradicionalista Gaúcho no Brasil

- Elias Regules no ano de 2012, no Uruguai

- A Tradição Gaúcha na Argentina

 

2 – Revisão e aprovação do Regimento Interno da CITG

3 – Futuro da CITG – Metas 2012/2014

4 – A integração de outras Confederações à CITG (Estados Unidos, Europa e outros…)

5 – Acendimento da Chama Crioula em 2015 na Colônia do Sacramento – atual cidade de Colônia no Uruguai.

6 – Eleição da Diretoria para a Gestão 2012/2014

7 – Outros assuntos

 4 – Composto Congresso:

O  Congresso será constituído de  5 Delegados por país com direito a voto (item 3ª da Carta Constitutiva da CITG), 3 Conselheiros e, convidados (autoridades e pessoas para discutir os temas … )  e outras interessados no assunto.

 

Programação do Congresso

CONFEDERACIÓN INTERNACIONAL DE LA TRADICIÓN GAUCHA – CITG_

 11º.  CONGRESO INTERNACIONAL DE LA TRADICIÓN GAUCHA

Fecha: 1 de diciembre de 2012

Local: MTG – Movimento Tradicionalista Gaúcho do Rio Grande do Sul

Av. Guilherme Schel, 60Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil

 I – CONSIDERACIONES:

-El 10º. Congreso Internacional de la Tradición Gaucha, llevado a cabo en la ciudad de Moreno, Provincia de Buenos Aires, Argentina, los días 14, 15, y 16 de diciembre de 2001, parece haber sido el último evento oficial de la CITG;

-A pesar de los esfuerzos realizados los años posteriores, no ha sido realizada ninguna reunión oficial;

-Este año, con las reuniones de Montevideo y Tacuarembó, en Uruguay, se han incrementado los esfuerzos para la retomada oficial de las actividades de la CITG;

-Hasta la fecha no se ha conseguido rescatar parte importante de la documentación de la CITG;

-Dada la importancia de la CITG como órgano máximo de la Tradición Gaucha para la preservación de la cultura y la integración del Movimiento Tradicionalista Mundial, se proponen algunos objetivos.

 2 – OBJETIVOS:

-Realización del 11er Congreso el 1 de diciembre de 2012, en Porto Alegre;

-Considerar el Congreso, como una reunión de trabajo para buscar la unidad de ideas de cómo retomar las actividades de la CITG;

-Evaluación de la situación actual y definición de metas para el próximo bienio 2012/2014;

-Invitar a personas que quieran hacer parte del Consejo Coordinador y que estén dispuestas a trabajar para el desarrollo de las metas que se definirán en ese Congreso;

-Revisión y ratificación del Reglamento Interno de la CITG, aprobado en la reunión del Consejo Directivo, realizada en Bagé, Rio Grande del Sur, Brasil, los días 2 y 4 de abril de 1992.

 3 – PAUTA DEL 11º CONGRESO DE LA CITG: 

1)    -Situación actual del Movimiento Tradicionalista en  Brasil, Uruguay  y Argentina.

-Presente y futuro del Movimento Tradicionalista Gaúcho en Brasil

-Elias Regules el año de 2012, en  Uruguay

-La tradición en Argentina.

2) Revisión y ratificación del Reglamento Interno de la CITG

3) Futuro de la CITG – Metas 2012/2014

4) La integración de otras confederaciones con la CITG (Estados Unidos, Europa y otras)

5) Encendimiento de la llama Criolla en el 2015, en la Colonia del Sacramento – actual ciudad de Colonia en Uruguay.

6) Elección de la Directiva para la Gestión 2012/2014.

7) Otros asuntos

4 –       CONSTITUCIÓN DEL CONGRESO:

El Congreso se constituirá de 5 delegados de cada país  con derecho a voto (ítem 3º de la Carta Constitutiva de la CITG), 3 consejeros, invitados (autoridades y personas para discutir los temas) y otras interesadas en el asunto.

 

Pauta para o Congresso

__CONFEDERAÇÃO INTERNACIONAL DA TRADIÇÃO GAÚCHA – CITG_

11º.  Congresso Internacional da Tradição Gaúcha

Data: 01 de dezembro de 2012

Local: MTG – Movimento Tradicionalista Gaúcho do Rio Grande do Sul

Av. Guilherme Schel, 60 – Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil

Conselheiros da Argentina:

- Juan Carlos Balbi (Federação Entre Rios)

- Adolfo Caballero (Confederação Gaucha Argentina – Presidente)

Conselheiros do Brasil:

- Manoelito Carlos Savaris (Presidente da CBTG)

- Nei Zardo (CBTG)

- Loiva Lopes Calderan (CBTG)

Conselheiros do Uruguai:

- Manuel Rodriguez Marchieri (Sociedade Elias Regulles- Montevideo)

- Elvio Rivero (Sociedade Criolla “El Ceibo”, Maldonado)

- Carlos Arezo Posado (Intendencia de Tacuarimbo, Depart. e Cultura)

Caros Companheiros Tradicionalistas,

Estamos enviando a proposta de programação para o nosso 11º. Congresso Internacional da Tradição Gaúcha.

É importante ressaltar que com a participação de todos o nosso Congresso terá o sucesso esperado. Precisamos contar, desde já, com o engajamento de tradicionalistas comprometidos com a causa, defesa da tradição gaúcha e, interessados em discutir os temas propostos e, que deem continuidade aos assuntos que serão tratados no Congresso.

Solicitamos que analisem a proposta apresentada e encaminhem suas sugestões, o mais breve possível, para que possamos tomar as providências cabíveis.

A CITG contará com o apoio da CBTG – Confederação Brasileira da Tradição Gaúcha, na pessoa de seu Presidente e Conselheiro da CITG, Sr. Manoelito Carlos Savaris, para a realização do Congresso e envidará todos os esforços para bem atender aos objetivos traçados para o mesmo.

Saudações Tradicionalistas,

Dorvilio José Calderan

Presidente da CITG